Unidos de Bangu promoverá grande festa para lançar samba e coroar rainha de bateria

Mãe de Lexa substitui a filha como rainha de bateria da Unidos de Bangu
Lexa e Darlin Ferrattry. Foto: Divulgação.

Uma grande festa na quarta-feira, 13 de novembro, marcará a apresentação do samba-enredo da Unidos de Bangu para o Carnaval 2020 e a coroação da rainha de bateria Dalin Ferrattry. O evento acontecerá no Cassino Bangu, a partir de 20h, e contará com muitas atrações, como a cantora Lexa, o cantor Dudu Nobre, o grupo Swing Simpatia e a Unidos da Tijuca, além de show dos segmentos da vermelho e branco.

Darlin Ferrattry receberá a coroa das mãos da filha, Lexa. A cantora reinou à frente dos ritmistas da Unidos de Bangu nos dois últimos carnavais e agora está à frente da Pura Cadência, da Unidos da Tijuca.

Convocação

O presidente da Unidos de Bangu, Thiago Oliveira, convocou a comunidade para a festa. “Planejamos minuciosamente este evento para que tudo seja perfeito. Vamos para o terceiro ano seguido na Sapucaí e isso nos orgulha muito, principalmente se tratando de uma escola da tradição da Unidos de Bangu. A cada Carnaval, vamos aprendendo mais e colhendo melhores resultados. Teremos um samba forte, valente e que irá impulsionar ainda mais o canto de nossa comunidade. Convido toda Zona Oeste para o lançamento dele, prestigiando a nossa rainha de bateria Darlin.”

A Unidos de Bangu será a terceira escola a entrar na Sapucaí no sábado de Carnaval, em 2020, pela Série A. A vermelho e branco apresentará o enredo Memórias de um Griô: a diáspora africana numa idade nada moderna e muito menos contemporânea, desenvolvido pelos carnavalescos Guilherme Diniz e Rodrigo Marques.

Serviço

Lançamento do samba-enredo e coroação da rainha de bateria Darlin Ferrattry

Local – Cassino Bangu.

Endereço – Rua Fonseca, 534, Bangu.

Horário – 20h.

Ingressos – R$ 15,00.

Samba-enredo

AUTORES – DUDU SENNA, DIEGO NICOLAU, RICHARD VALENÇA, RENAN DINIZ, ORLANDO AMBRÓSIO, LUCAS DONATO, LICO MONTEIRO, MARCIO DE DEUS, JEFFERSON OLIVEIRA, DOMENIL, DENILSON DO ROZÁRIO E TELMO MOTTA.

INTÉRPRETE – IGOR VIANA.

AH! SAUDADE RESSOOU O MEU TAMBOR

NUM PEDAÇO DE TERRA CONSAGRADO NA MEMÓRIA

ÔÔ EU SOU UM GRIÔ

VIAJA O TEMPO NOS RUMORES DA HISTÓRIA

NESSE CHÃO DEBRUCEI TODA FORÇA DE UM REI

UM ÉBANO ELO COM A NATUREZA

MAS A TRAIÇÃO ME TORNOU O ALVO

ESCRAVO DE QUEM ERA MINHA CERTEZA

 

MAR ME LEVA, DOR NO MAR

SOU O PAR DA ANGÚSTIA

TANTO IRMÃO À MINHA VOLTA

NA REVOLTA DA MARÉ

NEGO TEM QUE TER FÉ…

Ê… NEGO TEM QUE TER FÉ

 

SOU EU, A MÃO QUE ASSINA A PRÓPRIA SORTE

RESISTINDO A NATURAL PENA DE MORTE

UM DIA FUI ESCRAVO DA TRISTEZA

HOJE REALEZA LIVRE DO AÇOITE

NO SAMBA FIZ MORADA

REFÚGIO FEITICEIRO, A TEZ DA NOITE

NA DESFAÇATEZ DA MADRUGADA

GUERREIRO, OGÃ OU RAINHA

JUIZ, DEFENSOR DESSA GENTE

NA LUTA A VITÓRIA É MINHA

NOS BRAÇOS NÃO PESAM CORRENTES

 

IE IE Ê ALAFIÁ

IE IE Ê ALAFIÁ

MEU SANGUE É A RETINTA MAJESTADE

EU SOU BANGU, O ILÊ DA LIBERDADE

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*