MP adia novamente a data para LIESA pagar multa por virada de mesa

Imperatriz Leopoldinense
Foto: Cris Gomes.

A LIESA ganhou um prazo maior para pagar a multa de R$ 750 mil por ter descumprido o Termo de Ajustamento de Contrato (TAC) com o Ministério Público, caso a entidade não rebaixasse as duas últimas colocadas do Grupo Especial no Carnaval 2020. A liga decidiu virar a mesa e a Imperatriz Leopoldinense, 13ª colocada, foi mantida na principal divisão da folia. O órgão público concedeu mais 15 dias para a quitação.

Ata

Esta é a segunda vez que o Ministério Público adia a data de pagamento. A alegação da entidade para o pedido de uma nova prorrogação foi de que a ata da reunião que decidiu não rebaixar a Imperatriz Leopoldinense ainda não ficou pronta, segundo informou o jornal Extra. O documento deve ser lido em reunião para receber a aprovação das escolas.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*