Morre Paulão, eterno mestre de bateria da União da Ilha

https://revistacarnaval.com.br/2018/07/15/carnaval-chora-a-morte-de-sobrinho/
Foto: Divulgação.

Morreu na manhã desta terça-feira, 17 de julho, aos 72 anos, Mestre Paulão, um dos maiores comandantes de bateria do Carnaval. Ele esteve à frente dos ritmistas da União da Ilha do Governador por 15 anos, nos anos 1980, 1990 e 2000. Era o presidente da Baterilha.

O velório acontecerá na quadra da escola a partir de 12h. Em nota, a diretoria da tricolor insulana “lamentou profundamente a perda desse ícone do carnaval carioca, desejando votos de conforto aos seus familiares e amigos”.

Paulão elevou a bateria da União da Ilha do Governador a um patamar superior, tendo conquistado diversos prêmios, incluindo o Estandarte de Ouro em sua estreia no comando dos ritmistas insulano, em 1985.

Sobrinho

Mestre Paulão foi o segundo nome histórico do Carnaval que faleceu nos últimos dias. No sábado, 14 de julho, morreu o intérprete Sobrinho, que se consagrou cantando os sambas da Unidos da Tijuca nos anos 1980.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*