Mesa virada! Imperatriz fica no Grupo Especial e Castanheira renuncia

Mesa virada! Imperatriz fica no Grupo Especial e Castanheira renuncia
Foto: A. Pinto.

Confirmado! A Imperatriz Leopoldinense ficará no Grupo Especial. Em reunião plenária nesta segunda-feira, 3 de junho, a LIESA decidiu por uma nova virada de mesa. A primeira consequência foi a renúncia do presidente da entidade, Jorge Luiz Castanheira. Ele não concordou com a decisão tomada pelas agremiações.

Multa

As escolas optaram, por 8 votos a 5, pelo não rebaixamento da Imperatriz Leopoldinense, mesmo que isso acarrete o pagamento de uma multa de R$ 750 mil pela LIESA. O valor é em decorrência de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a entidade e a liga para impedir viradas de mesa no Carnaval. Este foi o terceiro ano consecutivo que o regulamento acabou sendo rasgado e o rebaixamento acordado não aconteceu.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

5 Comentários

  1. Meus amores neste pais de putaria vcs.iam esperar o que? Nao da nem vontade de trabalhar nem desfilar nem assistir eu que amo a arte sou atriz trabalho pela minha escola dou meu samgue pata ver isso sempre se repetir e revoltante.

  2. Olá. Eu já sabia! A LIESA está desmoralizada, faz tempo. Resultados dos desfile das escolas de samba perderam a credibilidade. Antes eram o bicheiros que bancavam suas agremiações; ainda tem força, mas com menos ostentação… O patrono de uma chegou a desfilar no carro do Corpo de Bombeiros pela cidade, para comemorar o troféu. Esse ano a Globo veio com tudo em cima com seu merchandising e a Verde e Rosa conseguiu o seu título; deixando a Beija-Flor comendo poeira; seria rebaixada se ficasse empatada com a Imperatriz? Fica a dúvida… Parece que seus muitos dez que tirava foram parar na Mangueira. Há uns anos atrás, foi instalada uma CPI para investigar as suspeitas de fraude no resultado do Carnaval, não encontrou nada nada demais… O governador WW estava querendo gerir o sambódromo, aí veio o bispo-prefeito melou a negociação…

  3. Vergonha, da contra a agremiação imperatriz leopoldinense, mas resultado é resultado o maior espetáculo da terra tá virando a grande sacanagem da terra.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*