Leia a sinopse do enredo da Acadêmicos de Santa Cruz

A Acadêmicos de Santa Cruz divulgou nesta quinta-feira, 22 de agosto, a logo oficial e a sinopse do enredo para o Carnaval 2020, quando a escola apresentará Santa Cruz de Barbalha – Um conto popular no Cariri Cearense. O texto é assinado pelo carnavalesco Cahê Rodrigues e por Claudio Vieira.

No Carnaval 2020, a Acadêmicos de Santa Cruz será a quarta escola a se apresentar no sábado, na Sapucaí, pela Série A.

Sinopse

Santa Cruz de Barbalha

“Um Conto Popular no Cariri Cearense”

Carnavalesco: Cahê Rodrigues

Logo Acadêmicos de Santa Cruz

Meus olhos arranha o céu

Desse império que ajudei a construir

Mas o coração dói de saudade

Da minha Barbalha…

Lá no meu Cariri…

 

Cariris eram os índios da região

Que perderam as terras,

Crenças e religião,

Branco deixou o medo

Do papafigo, pai-da-mata,

Rasga-mortalha e

Assombração…

 

Ê, Barbalha…

 

Seu nome vem da medalha

De quem nela residia

A primeira moradora

Que o nome não dizia

Vinha da família Barbalha

Era tudo que o povo sabia

 

Você já foi a Barbalha?

Pois, então, vá…

Sabe quem já andou por lá, seu menino?

Capitão Virgulino,

Meu Padim Padi Ciço

O Príncipe Regente, sinhá!

E um horror de muié

Querendo casá!

Até o Rei do Baião passou por lá…

 

Santo Antônio padroeiro

É quem manda no lugar

Arranja emprego, cura doença

Manda chuva

Faz a roça prosperar

É santo casamenteiro

E passa o dia inteiro

Ouvindo promessa

De quem quer desencalhar

 

Você precisa ver

A festa do padroeiro

São duas semanas inteiras

De muita fé e brincadeira

Noite das Solteironas

Cantigas de roda

Dança de coco

Versos de feira

Romeiros e carpideiras

Aos pés do pau da bandeira

erguido pelo povo de lá

 

Barbalha fica pr’aquelas banda

Dos Verde Canaviá

Dos engenhos de rapadura

Das belas igrejas

Ai, saudade que dá…

Terra santa, terra boa

Das águas medicinais

A saúde jorra em fontes

E na rede de hospitais

 

Terra de cordelista,

Repentista e forrozeiro

Poeta e versador

E tem um passarinho prosador,

O Soldadinho do Araripe,

Que canta e encanta por amor…

 

Barbalha tá assim de folia!

Tem lapinha, reisado e ladainha

Feira de tudo que é vendedor,

É um verdadeiro Carnavá

A Santa Cruz descobriu Barbalha

A terra da fé e alegria

E vai levar ocê pra lá!

 

Você já foi à Barbalha?

Pois, então, vá…

Feche os olhos,

Faça um pedido

E comece a sonhar!

(Quero vê ocê voltá…)

 

Ê, Barbalha!!!

 

Cahê Rodrigues/ Cláudio Vieira

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*