Carlinhos Salgueiro roda o mundo ensinando samba no pé

Carlinhos Salgueiro roda o mundo ensinando samba no pé
Foto: Divulgação.

Carlinhos Salgueiro continua botando o mundo para sambar. Ele está na Austrália, ministrando aulas, já passou por Europa e EUA este ano e se prepara para rumar para o Canadá, como parte de mais uma série de workshops internacionais. A agenda apertada também conta com os ensaios da Academia.

A Acadêmicos do Salgueiro, porém, vem sempre em primeiro lugar para Carlinhos. “A gente fica cansado, mas vale a pena. Até o Carnaval o ritmo fica cada vez maior porque eu tenho que conciliar as oficinas do Salgueiro, os ensaios e também essas oportunidades que surgem. A minha prioridade é a escola, sempre então, eu tenho encaixar na medida do possível. Graças a Deus os convites para os workshops estão cada vez maiores, isso mostra que o meu trabalho está sendo bem aceito.”

Orgulho

A procura por workshops internacionais é motivo de orgulho para Carlinhos que vê o samba ganhar cada vez mais espaço mundo afora. “Antigamente o sambista era contratado para fazer shows e a gente passava era muita dificuldade. Agora, a gente tem muito mais espaço, lugares bacanas para dar aula e um reconhecimento que veio com o tempo. E cada vez mais a procura aumenta, com vários profissionais dando aula o ano todo, isso é muito legal.”

Antenado com o dia a dia do grupo que coordena, Carlinhos admite que, mesmo estando longe, não descuida dos detalhes. O figurino, escala dos bailarinos e até mesmo o ensaio para as apresentações passam por ele. “Fico agoniado se chego a algum lugar onde a internet é difícil porque eu faço chamada de vídeo para ver o ensaio, procuro estar em contato com as minhas diretoras o tempo todo e, se tiver que dar alguma bronca, eu dou mesmo. Até porque, se estou aqui hoje e tenho todo esse reconhecimento, é fruto do trabalho que acontece no Salgueiro. É a minha escola que me fez chegar aonde estou.”

Desfile

No Carnaval 2020, o Salgueiro homenageará Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil. A escola apresentará o enredo O rei negro do picadeiro, desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza, e será a terceira agremiação a se apresentar, na Sapucaí, na segunda-feira, pelo Grupo Especial.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval.
Siga twitter.com/revistacarnaval.
Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*