Cantora trans de Angola conhece a quadra da Porto da Pedra e vai desfilar na escola

Ícone da música pop angolana, a cantora transexual Titica foi recebida na quadra da Unidos do Porto da Pedra pela Rainha de Bateria da escola, Kamila Reis. O encontro aconteceu durante o último ensaio da agremiação de São Gonçalo. Primeira artista de Angola a assumir sua transexualidade, ela será destaque em uma das alegorias da vermelho e branco.

Desfile

Em 2019, a Unidos do Porto da Pedra será a quarta escola a desfilar no sábado de Carnaval, segundo dia de apresentações da Série A. A vermelho e branco levará para a Sapucaí o enredo Antonio Pitanga: um negro em movimento, que será desenvolvido pelo carnavalesco Jaime Cezário.

Kamila Reis e Titica
Kamila Reis e Titica. Foto: Ana Victoria / Divulgação.

Curta facebook.com.br/revistacarnaval. Siga twitter.com/revistacarnaval. Acesse instagram.com/revistacarnaval.
Inscreva-se em nosso canal no YouTube.



Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*